O Procon Racial, sediado na Universidade Zumbi dos Palmares, notificou a empresa Linkedin Representações do Brasil Ltda. solicitando explicações sobre notícias relatando que a plataforma barrou anúncio com preferência a candidatos negros e indígenas.

A empresa deverá apresentar as seguintes informações:
– como se dá a publicação de vagas na plataforma; se há aplicação de políticas específicas que norteiam as publicações e como os anunciantes são informados das mesmas;
– se qualquer tipo de vaga e publicação pode ser anunciada e, em caso negativo, quais critérios são necessários para seu aceite;
– como a informação é passada ao anunciante no caso de recusa da publicação;
– em que condições e situações ocorre eventual exclusão de anúncio já publicado e, em caso positivo, como o anunciante é informado;
– se nos casos de exclusão da publicação existe algum aviso àqueles que efetuam acesso posterior;
– se os anunciantes recebem algum suporte para elaboração das publicações.

A empresa tem até hoje, dia 24 de março, para responder aos questionamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *